gratular

Corpo Clínico

Beatriz Pinheiro Bezerra

Biografia

Beatriz Pinheiro Bezerra

Beatriz Pinheiro Bezerra (Fortaleza-CE, 07/10/1996, CRP 11/14464), é Psicóloga Infantil, trabalha com desenvolvimento de crianças e adolescente e na prevenção de problemas emocionais e comportamentais.

Formada pela Universidade de Fortaleza, ainda durante a graduação, participou do projeto jovem voluntário promovendo qualidade de vida aos assistidos: crianças e adolescentes internados no Hospital infantil Albert Sabin, contribuindo na formação, desenvolvimento e visando minimizar a dor e desconforto dessas crianças e cuidadores. Ampliou também, os atendimentos infantis da clínica-escola da UNIFOR, com acompanhamentos individuais, orientações aos pais e educadores, promovendo saúde mental para diversas crianças inscritas no projeto. Graduada, logo iniciou sua carreira na clínica infantil.

Dedica-se ao atendimento clínico de crianças, mantendo parceria com profissionais infantis para quem também faz os encaminhamentos necessários (neuropediatras, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicomotricistas, psiquiatras, neuropsicólogos, psicopedagogos, etc.)

A fim de ampliar seu conhecimento e prática clínica, buscou formações na área de recursos lúdicos na clínica com crianças e adolescentes, se aperfeiçoou na arte, no cinema e no lúdico como processo terapêutico. Também possui aperfeiçoamento em questões emocionais e cognitivas e suas influências no processo de aprendizagem. Sempre foi apaixonada por desenvolvimento infantil, saúde emocional, arte, cinema e recursos lúdicos e é realizada por trabalhar com tudo isso.

Objetivando melhor compreender o funcionamento intelectual da criança, os processos cognitivos, emocionais e comportamentais envolvidos na aprendizagem e no desenvolvimento global infantil, além dos transtornos comuns a essa fase, fez ainda formação na Terapia Cognitivo Comportamental pelo Portal Educação.

Psicóloga de orientação cognitivo comportamental, também preza pela relação terapêutica, humana e empática e pelo poder transformador que um bom vínculo, com crianças e seus responsáveis, é capaz de proporcionar.

Trabalhando o potencial criativo e a capacidade da criança de modificar, de forma consciente e racional, seus pensamentos e comportamentos. Acredita que a criança possui um potencial pra crescer, mudar, aprender, enfrentar e compensar; sempre encontrando modos de se adaptar ao mundo por meio das mudanças no comportamento e na forma de enxergar as circunstâncias.

Dedica-se exclusivamente ao atendimento clínico de crianças em um espaço lúdico, todo adaptado ao universo infanto-juvenil.

Serviços prestados:

– Psicoterapia infantil
– Ludoterapia
– Cineterapia
– Arteterapia
– Desenvolvimento infantil
– Trabalho Preventivo (cuidando antes e evitando problemas futuros nos pequenos)
– Orientação aos pais e à família

Psicoterapia Infantil

A psicoterapia infantil é uma forma de atuação da psicologia clínica, com objetivo de auxiliar pais ou responsáveis e ajudar a criança quando algo não vai bem na sua saúde emocional, no seu comportamento ou quando os pais almejam um melhor desenvolvimento para ela ou simplesmente deseja preveni-la de futuros problemas emocionais e comportamentais. Com a finalidade de favorecer o bem-estar e a qualidade de vida da criança e dos pais, é uma prática que tem objetivo terapêutico (os problemas já estão presentes) e também preventivo (quando há previsão de uma dificuldade).

O encaminhamento para a psicóloga clínica infantil é necessário nos casos em que apresentam problemas emocionais, comportamentais, sociais, familiares, afetivos e escolares da criança.

Alguns dos problemas mais relatados pelos pais são: agressividade, insegurança, medo excessivo, depressão, bullying, adoção, fobias, mutismo eletivo, enurese, problemas de convívio familiar e social, introversão, timidez excessiva, ansiedade, dificuldades na aprendizagem, separação dos pais, luto, traumas, encoprese, dentre outros.

A psicoterapia infantil também pode incluir um trabalho multidisciplinar no acompanhamento de crianças que apresentam problemas de origem genéticas, neuropsicológica e psicopatológica tais como transtornos do desenvolvimento da fala e da linguagem; transtornos globais do desenvolvimento (síndrome de Rett, autismo clássico, síndrome de Asperger); transtornos esquizotípicos; transtornos de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH); transtornos específicos do desenvolvimento das habilidades escolares; transtorno do funcionamento social, dentre outros.

Os pais, responsáveis e educadores precisam estar atentos a comportamentos que não são compatíveis com a idade, mudanças rápidas na forma de se comportar e eventos que possam gerar traumas e problemas emocionais na criança (como por exemplo, luto de um ente querido, quadros de adoecimento, possibilidade de separação dos pais, etc.)

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial